Diário de um Sonho XVI

Não excluo! Só excluo depois que puder esfregar o meu sucesso na cara daquele povo!
Estou dando um boi pra entrar em uma briga daquelas bem ferradas! Eu sempre me arrependo, mas, no momento, toda aquela mágoa que havia esmorecido está de volta!
Mas, na verdade, ela só volta quando eu sou obrigada a engolir "sonsice" dos outros! Sonsice, falsidade, arrogância... ARRE!
Estou prestes a acabar! Já vou começar a me preparar... Propostas enviadas a torto e a direito! Estou com medo, mas também estou feliz. Eu não desistirei por nada desta vez! Uma hora, eu consigo!
Mas, às vezes, eu me sinto tão incapaz, tão sem talento, sem jeito, sem chances! Tão inútil! Meus colegas são fantásticos, escrevem maravilhosamente bem! E eu só tenho 18 anos! O que eu sei? O que eu tenho pra mostrar? Será que meu amor e minha dedicação infinitos serão suficientes? Será que é suficiente toda a minha gana e todos os meus sacrifícios e o meu coração que acredita tão fortemente no meu sonho?
Tenho tantas dúvidas e, apesar delas, eu sigo, tentando ignorar a dor de todas as risadas maldosas e de todos os "Você não vai conseguir!", "Você não tem talento!" e "Você teve apenas sorte.". Eu não tive sorte apenas. Eu trabalhei como uma condenada! Eu me dediquei, sacrifiquei muitas coisas, e faria tudo de novo sem me arrepender!
E, mesmo assim, não reconheço meus esforços e não me dou nenhum valor. Sempre fico me perguntando "Será que logo serei eu?" e sempre me respondendo com dúvidas e desconfianças. Talvez não seja justo, mas eu preciso me preparar para a dor do "não". E, ainda assim, eu não me sinto nem um pouco preparada para ouvir a rejeição...
Quanta tolice, achar que o mundo será mais gentil comigo! Ele nunca foi com ninguém. Por que comigo haveria de ser diferente?
Mas eu sigo em frente. Eu vou até o fim. Eu caio e tento de novo, porque minha alma é toda determinação. Eu sei onde eu deveria estar, por mais que tudo pareça estar contra.
Eu sabia que era o meu lugar desde que eu tinha 5 anos e fiz minha primeira história. Eu soube a vida toda.




- Postado por: Tenie F. Shiro às 23h39

[ ]

___________________________________